Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

CHEFE SARA SOARES

O futuro de Portugal também se escreve no feminino.  Sara Soares, ex Penha Longa Resort, apresenta-se determinada.  Os seus pares adjectivam-na como prática, assertiva e perfeccionista.  Não se deixa intimidar por se incluir numa área predominantemente masculina.  Afirma-se ao mais alto nível.  No seu curriculum vitae somam-se experiências nos melhores restaurantes do mundo.  Contam-se 31 anos recheados de sucessos e de mestres. A sua mãe figura no topo.

Do direito para a pastelaria. Por que razão? 
Não posso dizer que tenha existido uma razão concreta para essa mudança drástica. Simplesmente sempre fui mais feliz a levar doces para os meus colegas de faculdade provarem (e a receber o feedback deles no final) do que propriamente a aprender teorias jurídicas.
Uma grande parte da tua carreira foi passada em hotéis. Escolha ou acaso? 
Todos esses hotéis por onde passei têm óptimos restaurantes. Optei por essa via porque assim conjugo o melhor dos dois mundos: trabalhar com as condições qu…
Mensagens recentes

POUSADA SÃO BARTOLOMEU - BRAGANÇA

De um espaço e lugar desconhecidos (re)nasceu, por vontade de dois irmãos totalmente apaixonados pela arte de bem servir um espaço singular e excepcional.  Remodelaram a pousada e lutaram pela dignificação de uma região com uma dedicação aterradora. Poderia até ser uma narrativa interessante para uma novela,mas...não! É real, existem e recomendam-se.  Conseguiram o que mais ninguém até hoje conseguiu - uma estrela Michelin, em Bragança. Afinal existe mais Portugal além fronteira lisboeta!Bravo!
Confesso, as minhas expectativas eram baixas, pelo simples facto de conhecer hoje melhor os bastidores do mundo da restauração e por ter aprendido de todas as formas que nem tudo é o que parece, porém, neste caso, revelou-se uma experiência muito satisfatória (sublime,talvez esteja mais correcto), em toda a linha. 
O ambiente é tipicamente transmontano,ou seja, acolhedor. Respira-se bom gosto de canto a canto. A sala de jantar é simples e sobriamente decorada. 
Fomos convidados a sentar primei…

HISTÓRIA DA ALIMENTAÇÃO - O PORCO

                                                          O porco
O porco é um animal cuja evolução conta já milhões de anos. Todos os porcos descendem de apenas três espécies de javalis: o sus scrofa scrofa, originário da Europa e do norte da África; o sus scrofa vittatus, originário da Indonésia, Japão e China; e o sus scrofa cristatus, originário da Índia. O javali tem sido louvado ao longo de milhares de anos pela sua inteligência e bravura: o quarto trabalho de Hércules foi o de capturar o javali Erimenciano; Ulisses, personagem central das mitologias grega e romana, passava o seu tempo a caçar porcos selvagens; a ferocidade destes animais é descrita em antigas sagas celtas e escandinavas. As provas mais antigas de que dispomos apontam para a domesticação do porco (sus scrofa domesticus) por volta do ano 9000 A.C., nos territórios da actual Grécia e Turquia. O porco só terá chegado à Europa central no ano 4000 A.C. Naturalmente, o animal sofreu várias alterações físicas com a domest…

A CIÊNCIA DO ARROZ

O que é?
O arroz Oriza Sativa, (uma das espécies) é um cereal de extrema importância na alimentação mundial.  Na União Europeia o maior consumidor deste cereal per capita é Portugal, aproximadamente 16kg/ano. A maior parte da produção tem origem nas regiões do Baixo Mondego, Tejo e Sado. A espécie mais usada em Portugal é o arroz carolino.


História
A primeira referência a este cereal surge ainda no séc. XVII, denominado Arroz à la portuguesa, no livro Arte de cocina,pasteleria,vizcocheiro y conserveria, escrito por Francisco Montiño, que trabalhou em Portugal para D. Joana, filha de Carlos V de Espanha.  Só nesse período, em maior quantidade, o arroz começou a ser importado da Carolina do Sul para a Europa. 
Até então, desde o séc. XIV era importado do Reino de Castela, onde os árabes já o cultivavam e também de Itália. Nesta época o arroz era um alimento de pobre, contudo, com a adição de açúcar, este sim caro e por isso nobre, tornava-o digno de presença em qualquer mesa Real. Como podemo…

A MEDIATIZAÇÃO DESMEDIDA

Originalmente publicado no etaste.pt VER AQUI Um cozinheiro deve, na melhor das hipóteses, ser julgado apenas pelo seu trabalho. São menos as vezes em que a ilusão do que parece se mistura com a ciência do que realmente é.

Espalhar a própria imagem é um exercício de cortejo simplista. A forma mais rápida de se conhecer o verdadeiro profissional, não o que é vendido, o verdadeiro, é pelo lado tangível da sua cozinha/obra. Aí está tudo o que é objetivamente necessário conhecer. Não esconde qualquer imperfeição, por muito que haja intenção.
O exibicionismo, quero dizer, o exibicionismo barato serve, na maioria das vezes, para esconder lacunas profundas. Ludibriar. Há os que são e há os que parecem ser. Um, sustentável, o outro indefensável, respectivamente. Os fins são coordenados pelas paixões às quais a razão sempre se subordina. O valor, digo, a utilidade subjacente neste tipo de instrumentação é, de certa forma, dispensável, pois a aptidão deriva da vontade e esta está paralela à discip…