COZINHEIROS UNIDOS EM ALFÂNDEGA DA FÉ

Evento: Primeiro encontro micológico de profissionais de hotelaria e restauração portugueses. Organização: Chefe Marco Gomes Quando: 3 de Dezembro de 2018 Local: Alfândega da Fé.
São nove da manhã. O sol nasceu há pouco e continua tímido. As portas do mercado municipal abrem-se para aquele que viria a ser um dia de partilha e aprendizagem.  Aos poucos começam a chegar alguns dos quarenta e cinco convidados.


Em cima da mesa está o mata-bicho: duas boxes de vinho branco e tinto, cogumelos silvestres em conserva, espargos e pães quentes, daqueles que se partem e repartem com a mão. O chefe Marco Gomes assinala o início dos trabalhos com uma explicação sobre o que iria acontecer. À entrada do mercado estacionam autocarros gentilmente cedidos pela Câmara Municipal. De cestas em punho e de bucho aviado seguimos para a serra, conhecida como Serra de Bornes, a poucos quilómetros do centro de Alfândega Da Fé. A temperatura está amena e a humidade acima dos 80%.

Já na boca da montanha os t…

SOPA SECA

Sopa seca
Fotografia: Tiago Lopes
(clique para ampliar)


Ingredientes:

3 dl de água morna
30 gr de açúcar
Açúcar para polvilhar
2 pães de trigo
2 unidades de folhas de laranjeira
Canela em pó

Preparação:

Ferver a água. Infusionar as folhas de laranjeira com o açúcar e canela. Demolhar as fatias de pão, colocá-las numa taça de barro, polvilhar com açúcar e levar ao forno a lenha cerca de 20 minutos.
É uma sobremesa tradicional da minha região - Tâmega e Sousa. 
A sua origem remonta ao Séc.XVIII embora não haja documentação que o confirme.

A par de muitas outras iguarias da cozinha tradicional portuguesa, esta também nasceu por consequência das carências económicas da população.