COMO CUIDAR DAS FACAS- JOÃO ISIDRO

E depois de comprada uma faca, como cuidar?
Tenha ela custado 1,10, 100, 1000 ou 10.000 EUR

Se se tratar de uma faca com elevado valor de aço carbono,esse cuidado tem de ser triplicado e neste caso deve-se hidratar a lâmina com uma qualquer gordura.  A mais famosa e histórica, desde os Samurais, segundo se diz, é o óleo de semente de Camélia. Esta limpeza deve feita sempre com a lâmina limpa. Se tiver uma faca com punho de madeira hidrate-o de vez em quando, também.
Nunca, mas nunca coloque a faca na máquina de lavar, porque a festa que ocorre lá dentro pode fazer com que as lâminas choquem,umas contra as outras, danificando-as. Para além disso, os químicos dos detergentes podem também danificar a lâmina, por serem extremamente abrasivos.  Ao lavar à mão nunca se deve usar a parte abrasiva do esfregão, risca a lâmina. Também se devem usar detergentes neutros.
Nunca use a faca contra vidro ou uma base de pedra porque o vidro e a pedra são mais duros que a lâmina, logo podem danificá-la, o…

KOMBUCHA - CARLOS CHAVES


Mais uma moda?

Talvez, mas para mim é mais do que isso, é uma ligação sentimental que me faz recuar no tempo. Àquele tempo de meninice em que recebíamos o primeiro animal de estimação e nos comprometíamos a cuidar dele. Assim que o recebíamos, queríamos dar-lhe atenção, uma casa, alimento e vê-lo crescer.

Assim foi com a Scoby[1], o meu novo animal de estimação. De aspecto gelatinoso e com a forma de uma panqueca, Scoby é uma cultura que se partilha, é compromisso e responsabilidade, cresce, transforma e transforma-se. É uma relação simbiótica entre mim e ela, as bactérias e as leveduras.
A kombucha[2] é a sua grande forma de expressão, uma bebida gaseificada refrescante, levemente ácida, pouco adocicada e cheia de propriedades benéficas para a saúde.



















A Scoby já está crescida mas quando chegou era muito pequena, foi-me oferecida por um amigo que
já produzia kombucha há algum tempo.
Assim que chegou precisava de uma casa, logo apressei-me a acomodá-la num frasco previamente esterilizado a fim de evitar vizinhos indesejados[3].

Tinha fome e necessitava de alimento, num litro de água fervida infusionei cinco gramas de chá preto, adicionei cinquenta gramas de açúcar, misturei bem e deixei arrefecer.
A Scoby tinha agora uma nova casa e alimento, então deixei-a entrar. Rapidamente se acomodou. Primeiro mergulhou no fundo e depois flutuou à superfície, estava feliz e pronta para a fermentação. Estava tudo bem.

Cobri o frasco com  um pano e prendi com um elástico[4], fechei a porta.
-Até amanhã Scoby!
Tinha tudo para ser feliz e começar a fermentar : chá, açúcar, temperatura[5], circulação de ar e nenhuma exposição solar.
Assim foi. Ao fim de cinco dias[6] fermentou o chá doce, transformando-o numa fonte de vitaminas, minerais, enzimas e ácidos orgânicos, altamente benéficos para a saúde. Eis a minha primeira kombucha.
-Obrigado Scoby!



A Scoby via agora a kombucha partir e estava pronta para receber um novo chá, um novo alimento. Lavei bem o frasco e repeti o processo aquando da sua chegada.
Por outro lado, a kombucha que foi produzida necessitava de uma segunda fermentação para adquirir mais gás e um sabor mais complexo. Coloquei-a numa garrafa e adicionei o sumo de meio limão, três fatias de gengibre, folhas de hortelã e uma colher de bar de açúcar. Fechei bem a garrafa. Ao fim de dois dias fermentou e estava pronta para beber...

-À nossa, Scoby!



Ginger Kombucha Highball

90 ml Kombucha ( limão, gengibre e hortelã )
45 ml Vodka
20 ml Sumo de lima
10 ml Xarope de açúcar

Coloque todos os ingredientes num shaker com gelo, exceto a kombucha. Agite e verta para um copo longo (highball) cheio de gelo. Complete com a kombucha. Decore com rodela de lima e ramo de hortelã.




Escrito e fotografado por:
Carlos Chaves
caf_chaves@msn.com
Chefe do bar “Plateia”
Hotel Teatro


Outros tipos de fermentação:


[1] Symbiotique Culture of Bacterias and Yeast
[2] Bebida probiótica obtida a partir do chá fermentado
[3] Para evitar qualquer perigo de contaminação
[4] A fermentação da kombucha pode atrair moscas de frutas e outras criaturas. Para manter isso fora, é importante cobrir o recipiente
[5] A temperatura ambiente deve-se situar entre os 24 e 30 graus
[6]O tempo que a kombucha necessita para fermentar depende da temperatura ambiente. Pode  levar 5 dias em ambiente quente ou 2 a 4 semanas quando está frio.