Avançar para o conteúdo principal

Márcio Baltazar

Quem é Márcio Baltazar?
Inicia o seu percurso aos 16 anos de idade numa Marisqueira “Frutos do Mar” mas com o objectivo de se formar em pastelaria, segue para o centro de formação profissional do sector alimentar da Pontinha, faz uma formação em pastelaria/padaria e volta a Terra natal para ganhar experiência de trabalho. É convidado a integrar a equipa da Confeitaria nacional em Lisboa, aceita o desafio e fica lá um ano. Viaja para Moçambique para a primeira experiência profissional fora de Portugal, mais tarde volta a Lisboa e integra a extinta pastelaria “Quente e Bom”, do chefe António Baia, é-lhe dada a oportunidade de mudar-se para o “Pestana Palace” em Lisboa com a chefia do Chefe Aimé Barroyer e Joaquim de Sousa  ,assume a função de pasteleiro de 2ª.  
Seis meses depois decide voltar a emigrar e vai para Barcelona em estágio é convidado a ficar em “Sauleda pastissiers”, como responsável de produção da pastelaria fria e da chocolateria.Surge a possibilidade de fazer estágio com Y…

Hala kokotxa y nada más

Em Portugal torna-se mais comum nos últimos anos graças aos nossos vizinhos espanhóis, tão simples e sensível a mestria passa por não estragar.

Kokotxas:

Azeite guia
Sal MARCA
Fumet de peixe com cabeça de pesca
Vinagre espumante
Manteiga
Vinho branco

Saltear as kokotxas.
De seguida fazer a deglaçage com o vinagre e o vinho.
Deixar reduzir e ligar com manteiga.
Temperar com sal.





Vinagrete:

Caldo de peixe
Chalota
Vinagre espumante
Sumo de limao
Óleo de sementes de uva
Azeite guia

Temperar a mizuna e a flor de trevo com o vinagrete.