Avançar para o conteúdo principal

Márcio Baltazar

Quem é Márcio Baltazar?
Inicia o seu percurso aos 16 anos de idade numa Marisqueira “Frutos do Mar” mas com o objectivo de se formar em pastelaria, segue para o centro de formação profissional do sector alimentar da Pontinha, faz uma formação em pastelaria/padaria e volta a Terra natal para ganhar experiência de trabalho. É convidado a integrar a equipa da Confeitaria nacional em Lisboa, aceita o desafio e fica lá um ano. Viaja para Moçambique para a primeira experiência profissional fora de Portugal, mais tarde volta a Lisboa e integra a extinta pastelaria “Quente e Bom”, do chefe António Baia, é-lhe dada a oportunidade de mudar-se para o “Pestana Palace” em Lisboa com a chefia do Chefe Aimé Barroyer e Joaquim de Sousa  ,assume a função de pasteleiro de 2ª.  
Seis meses depois decide voltar a emigrar e vai para Barcelona em estágio é convidado a ficar em “Sauleda pastissiers”, como responsável de produção da pastelaria fria e da chocolateria.Surge a possibilidade de fazer estágio com Y…

Coração de coelho


Coração de coelho:

Coração de coelho
Flor de sal
Pimenta preta 
Tomilho 
Azeite guia 
Manteiga sem sal 
Marinar o coração 12 horas com uma rama de tomilho,flor de sal,pimenta preta e azeite guia.
Colocar um saute em fogo médio e brasear o coração por todos os lados, terminar com uma noz de manteiga sem sal. 

Caldo de porco com amendoim:
Pé de porco
Aparas de porco 
Cebola 
Alho francês 
Tomate  
Cenoura 
Aipo em rama 
Agua mineral 
Azeite guia 
Vinho tinto 
Vinho madeira 
Manteiga sem sal 
Amendoim sem casca
Malagueta 

Colocar os legumes a assar e as aparas de porco em tabuleiros separados, fazer "deglaçage" na carne com um pouco de vinho tinto, colocar todos uns ingredientes numa panela e deixar apurar durante doze horas sem levantar fervura (para o caldo não ficar turvo) 
Passadas as dozes horas, passar o caldo a etamine.
Juntar a amendoim sem casca e deixar apurar cerca de 4 horas, ate estar no ponto desejado.
Ligar com um pouco de manteiga fria.


Ervas: "umbilicus rupestris" e feto "pteridium" consumido na Àsia;ambos abundantes na zona norte de Portugal.




Base: líquen "fruticoso" desidratado durante 6 meses em ambiente com temperatura e humidade controlados, ausência de luminosidade!

Como comer: Colocar as ervas sobre o coração, comer metade, e beber metade do caldo;repetir o processo!








clique para ampliar

clique para ampliar