CRIATIVIDADE (IN)CONSCIENTE

Publicado originalmente no ETASTE
Surge de forma consciente ou inconsciente. A parte consciente, a que controlamos, é gerida pelo lado mais racional, normalmente fechada sobre si. É o resultado do natural processo cognitivo. Esta pode ser afetada por fatores externos e até próprio estado de espírito. A parte inconsciente, a que não dominamos e nem sequer conhecemos verdadeiramente, é a responsável pelo nosso lado mais infantil e primitivo de toda a associação de ideias. Juntas são nada mais nada menos que sistemas organizados, quase automáticos na forma e no lugar. Servem-nos para agilizar o processo que se quer tão lento quanto possível.
Lentidão é a palavra-chave. A rapidez perturba quase sempre a tomada de decisões. Por isso não é bem-vinda, apenas na execução. A lentidão é por isso benéfica, pois resulta frequentemente, em vários processos difusos que se acumulam na desordem. A confusão ou mudança de perspetiva é obrigatória. A partir destas haverá, naturalmente, um início, e com is…

A moda dos Snacks

Truta salmonada:
Truta
vinagre de arroz
agua
sal açucar
Bróculo  muito jovem
Acelga bébé


Arranjar a truta (de arouca) ,retirar as espinhas, marinar numa calda tpt com os ingredientes acima indicados.
Fazer um rolo,colocando no interior ovas de arenque.
Para este "snack" utilizei também acelga bébé e broculos muito jovens que eu próprio produzo em Castelo de Paiva, braseados num pouco de azeite temperados com sal.








Arenque

Truta


Presunto de pato:
Presunto de pato (caseiro)
maça
laranja
figo

Fazer uns rolinhos como indica na fotografia com o presunto de pato e as frutas, biologicas, relembro que este "snack" foi produzido em outubro, altura em que os figos abundavam lá por casa, também o presunto de pato foi produzido em casa foi a minha primeira experiencia, trata se apenas de magret salgado durante 4 dias numa salgadeira (baú de madeira cheio de sal) e depois fumado com lenha da vinha cerca de 2 semanas.
Decorar com amores perfeitos. Esta espécie de amores perfeitos que tenho em casa, são umas flores muito carnudas de sabor quase neutro.