PAI NOSSO QUE ESTAIS NO CÉU, SANTIFICADO SEJA O VOSSO..

Digamos que, em pleno séc. XXI, o tema «Motivação» continua a ser tabu. Para espanto ou desagrado do leitor este continua a ser um debate que estremece os grandes velhos do Restelo, de sorriso amarelo. 
“Gosto de falar no plural, eu e a minha equipa“ ou "não me posso esquecer da minha equipa, eles são o mais importante para mim" estescontinuam a ser dos jargões mais utilizados para agrado das revistas cor-de-rosa e consequente vénia dos transeuntes menos informados, cá do burgo. A ironia está lá sempre, disfarçada por entre algumas patacoadas nervosas. Por cá, do outro lado da civilização menos representada, embora mais representativa, existe um certo desprezo para com essas lindas frases (lindas mesmo!) , porque na prática, sabemos que se resume (na maior parte das vezes) a um mero SLOGAN político. Nos casos mais sensíveis uma lágrima pode cair do canto do olho, mas depois passa. 
Mas afinal o que é isso de motivação ? Pagar uma bifana e uma palmadinha nas costas? Não. Um sor…

Italiana Nadia Santini eleita a melhor cozinheira do Mundo




Clique na imagem para ver o artigo completo

A chef italiana Nadia Santini, que dirige um restaurante com três estrelas Michelin, foi distinguida como a melhor cozinheira do Mundo pela revista britânica "Restaurant Magazine", que destaca a sua capacidade de "inovação, criatividade e determinação"
Nadia Santini não tinha qualquer experiência profissional na área quando começou a aprender a cozinhar com a avó do seu marido, no restaurante da família, Dal Pescatore (Mantova, Itália), em 1974. Vinte e dois anos mais tarde, conquistou três estrelas do guia Michelin, tornando-se a primeira mulher italiana a receber esta distinção.
O prémio, anunciado esta quarta-feira pela "Restaurant Magazine", é uma das distinções da lista dos 50 Melhores Restaurantes do Mundo, que será anunciada no final deste mês.
"Liderando a dinastia culinária da família Santini, a experiência de Nadia Santini permitiu levar o restaurante ao topo, mas os valores inculcados por Teresa Santini [avó do marido] sempre se mantiveram presentes. Nadia e a família descrevem a sua cozinha como cheia de caráter e encanto, amável, tranquila, e como uma viagem interminável de exploração e descoberta", descreve a publicação britânica, no anúncio do prémio.
A premiada afirmou-se "muito feliz e honrada por receber este importante reconhecimento", que dedicou inteiramente à sua família, que trabalha consigo no restaurante.
"O prémio Melhor Chef do Mundo Veuve Clicquot destaca o trabalho de uma chef excecional, cuja cozinha emociona até os críticos mais duros do mundo. O prémio inspira-se na vida e nas conquistas de Madame Clicquot, que revolucionou, há quase 200 anos, o papel das mulheres no mundo dos negócios [ligados ao champanhe]. A vencedora reflete os atributos de Madame Clicquot no que respeita à inovação, criatividade e determinação", destaca a publicação.

Fonte :JN.PT