Avançar para o conteúdo principal

Márcio Baltazar

Quem é Márcio Baltazar?
Inicia o seu percurso aos 16 anos de idade numa Marisqueira “Frutos do Mar” mas com o objectivo de se formar em pastelaria, segue para o centro de formação profissional do sector alimentar da Pontinha, faz uma formação em pastelaria/padaria e volta a Terra natal para ganhar experiência de trabalho. É convidado a integrar a equipa da Confeitaria nacional em Lisboa, aceita o desafio e fica lá um ano. Viaja para Moçambique para a primeira experiência profissional fora de Portugal, mais tarde volta a Lisboa e integra a extinta pastelaria “Quente e Bom”, do chefe António Baia, é-lhe dada a oportunidade de mudar-se para o “Pestana Palace” em Lisboa com a chefia do Chefe Aimé Barroyer e Joaquim de Sousa  ,assume a função de pasteleiro de 2ª.  
Seis meses depois decide voltar a emigrar e vai para Barcelona em estágio é convidado a ficar em “Sauleda pastissiers”, como responsável de produção da pastelaria fria e da chocolateria.Surge a possibilidade de fazer estágio com Y…

Ouro para produtos regionais portugueses


Queijo ‘Sabores da Idanha’ ganha ouro em Inglaterra

O Queijo Amarelo da Beira Baixa ‘Sabores da Idanha’ foi premiado com uma medalha de ouro no concurso World Cheese Awards 2011 (Concurso Mundial de Queijos 2011) em Inglaterra, anunciou esta segunda-feira a cooperativa produtora.

O queijo de Denominação de Origem Protegida (DOP) é produzido pela Cooperativa de Produtores de Queijos da Beira Baixa, que pela primeira vez participou num concurso estrangeiro.  
A participação antecede a internacionalização dos produtos da cooperativa e a medalha de ouro "poderá abrir muitas portas e dar credibilidade à marca", destaca João Antunes, presidente da instituição.  
Tendo em conta o início da estratégia de internacionalização "era muito importante testar a qualidade dos produtos nos concursos internacionais", sublinha.  
O prémio "atesta a qualidade, tendo em conta que é um concurso mundial ao qual concorreram mais de 2500 queijos, sujeitos à apreciação de um painel de cerca de 200 provadores internacionais".   
O World Cheese Awards 2011 decorreu no dia 23 de Novembro em Inglaterra e o presidente da cooperativa confessa que "é difícil saber o que levou o júri a atribuir a medalha de ouro".  
Seja como for, nos últimos dois anos, a Cooperativa de Produtores de Queijos da Beira Baixa tem apostado na participação em concursos nacionais de queijos, "arrecadando sempre prémios e distinções em todos aqueles em que participa", destaca João Antunes.   
A instituição reúne 20 associados do concelho de Idanha-a-Nova e de uma freguesia de Castelo Branco - Alcains -, que produzem 100 toneladas de queijo amarelo por ano.  
Além deste, o queijo de ovelha DOP de Castelo Branco é outro produto emblemático da cooperativa.  

Fonte:Correio da manha