PAI NOSSO QUE ESTAIS NO CÉU, SANTIFICADO SEJA O VOSSO..

Digamos que, em pleno séc. XXI, o tema «Motivação» continua a ser tabu. Para espanto ou desagrado do leitor este continua a ser um debate que estremece os grandes velhos do Restelo, de sorriso amarelo. 
“Gosto de falar no plural, eu e a minha equipa“ ou "não me posso esquecer da minha equipa, eles são o mais importante para mim" estescontinuam a ser dos jargões mais utilizados para agrado das revistas cor-de-rosa e consequente vénia dos transeuntes menos informados, cá do burgo. A ironia está lá sempre, disfarçada por entre algumas patacoadas nervosas. Por cá, do outro lado da civilização menos representada, embora mais representativa, existe um certo desprezo para com essas lindas frases (lindas mesmo!) , porque na prática, sabemos que se resume (na maior parte das vezes) a um mero SLOGAN político. Nos casos mais sensíveis uma lágrima pode cair do canto do olho, mas depois passa. 
Mas afinal o que é isso de motivação ? Pagar uma bifana e uma palmadinha nas costas? Não. Um sor…

Vinho com 6.000 anos

Produção de vinho há 6.000 anos.
Primeiras fotografias do engenho..

"Uma unidade de produção de vinho com 6100 anos, a mais antiga de que há memória, foi descoberta numa gruta na Arménia, anunciou hoje, terça-feira, uma equipa internacional de arqueólogos, citada pela AFP.

Antes desta descoberta, os vestígios de equipamento de produção vinicula datavam de há 5000 anos.
"Pela primeira vez, temos uma imagem arqueológica completa de uma produção de vinho com 6100 anos de idade", congratulou-se Gregory Areshian, responsável pelas escavações e director adjunto do Instituto de Arqueologia  Cotsen na Universidade da Califórnia, em Los Angeles.

Entre os artigos encontrados figuram grainhas de uva, restos de uvas prensadas, ramos de videiras atrofiadas, uma prensa rudimentar, uma cuba de argila aparentemente utilizada para a fermentação, cacos impregnados de vinho, além de uma taça e de uma tigela para beber.
A descoberta foi feita na mesma rede de grutas onde foi encontrado, em Junho de 2010, "mocassin" de couro perfeitamente conservado e datando de há 5500 anos, o mais antigo sapato conhecido no mundo.
As grutas encontram-se num desfiladeiro situado na província arménia de Vayotz Dzor, uma região fronteiriça com o Irão e a Turquia."

Imagens da área de produção de vinho, datadas de há seis mil anos

Notícia: JN
Fotografia: REUTERS/Gregory Areshian/UCLA/National Geographic/Handout